O papel da liderança no Supermercado

O papel do líder em um supermercado é de grande importância para o setor operacional, estratégico e faturamento da empresa.

Devemos considerar que grande parte dos funcionários refletem a motivação ou falta de comprometimento do seu chefe imediato. Por isso, selecionar bons líderes é uma atividade imprescindível para o sucesso do seu supermercado.

Contar com líderes comprometidos atuando diariamente mesmo sem a presença do diretor ou proprietário do estabelecimento só é possível mediante treinamentos constantes e intensas cobranças de resultados.




A Flink Descomplicando Supermercados percebeu em campo ao conversar com proprietários de supermercados que a escassez de líderes bem treinados e comprometidos com resultados é uma dor latente que precisa de bastante atenção.

O fato de não poder contar com um responsável que leve a operação adiante na ausência da diretoria acaba obrigando o agente responsável por decisões estratégicas a ficar preso lidando apenas com conflitos operacionais.


Neste artigo vamos te mostrar as principais atribuições de um líder, que na realidade do varejo quase sempre são chamados de gerentes e a maneira ideal como cada uma delas devem ser executadas.


Vamos lá?


1- Gerenciar pessoas e administrar escalas de horários.

Essa é basicamente a atividade mais essencial do gerente de supermercados. Possuir habilidades de comunicação para lidar com os mais diferentes perfis de funcionários torna-se um diferencial para conseguir manter uma equipe unida e motivada focada em vender mais e atender com excelência.

Todo gerente deve procurar por cursos que lapidem suas habilidades de gerenciamento de pessoas. Ninguém sabe de tudo e sempre há o que acrescentar quando se trata de comportamento humano e a maneira de influenciar pessoas com foco em resultados. Essa é uma atividade importante, mas o papel de um líder não se resume a execução dessa atividade isolada, um líder precisa ser completo para trazer bons resultados.


2- Definir metas por setor e cobrar resultados.

É importante que o gerente tenha em mãos os dados que revelem a situação da empresa. Com base nesses números o gerente deve estabelecer uma meta geral para todo o supermercado e posteriormente uma meta diferenciada para cada setor do estabelecimento. Os setores reagem de forma distintas e precisam sempre estar em sintonia para que o resultado geral seja positivo. Atente-se para que cada setor entregue bons resultados e sejam cobrados e recompensados pelos números apresentados.


3- Dar feedbacks para os liderados.

Todo funcionário precisa receber um feedback sobre como está desenvolvendo o seu trabalho, seja um feedback positivo ou até mesmo um construtivo/negativo. Existem técnicas que precisam ser levadas em consideração na hora de entregar esses feedbacks para que eles tragam resultados positivos e não acabem gerando apenas revolta nos funcionários.

Por exemplo, para parabenizar um funcionário por uma atividade bem executada ou por uma proatividade demonstrada no expediente e que fez total diferença, faça o elogio em público! Dê a este funcionário a motivação para estimulá-lo a repetir a ação mais vezes e superar-se a cada nova oportunidade.

Por outro lado, ao precisar chamar a atenção de algum funcionário faça isso em um local isolado, mesmo que o erro executado tenha causado um grande transtorno. É aconselhável que o líder mantenha a calma, esfrie a cabeça e chame o funcionário para uma conversa particular iniciando o diálogo exaltando as qualidades do funcionário e logo após mostrando onde ocorreu o erro e o que líder espera dele diante dessa situação.

Certifique-se que não houve ruídos na comunicação e que seu liderado entendeu bem onde errou e como deve ser o seu comportamento de agora por diante.

Esse momento de feedback construtivo pode evoluir de um gargalo para um divisor de águas na vida de um funcionário desde que seja realizado de forma inteligente e profissional.


4- Intermediar a comunicação entre a diretoria e os funcionários.

Normalmente os organogramas das empresas são executados de forma vertical e não horizontal, dificultando o acesso à diretoria. Nessa situação o papel do líder é fundamental para comunicar as decisões da diretoria aos funcionários e levar as reivindicações dos liderados aos diretores.


5- Solucionar entraves mais complexos com os clientes.

Treine seus atendentes e dê autonômia para que eles resolvam pequenos conflitos com os clientes. Mas treine ainda mais o seu gerente para lidar com entraves de maior complexidade e que exigem mais habilidade e conhecimento técnico.

É de suma importância que os líderes conheçam a cultura da empresa e o código de defesa do consumidor para lidar com esse tipo de situação sem passar insegurança e solucionar os conflitos.

É importante lembrar que se o líder for habilidoso ele conseguirá transformar um momento de insatisfação do cliente em uma oportunidade de fidelização.


Tenha ao seu lado profissionais treinados e capacitados para realizar o atendimento e gerenciamento do seu supermercado.

Você já conhece o curso "Descomplicando o atendimento em supermercados" da Flink? Entre em contato com a nossa equipe, preparamos um curso completo de atendimento com técnicas da Disney para treinar seus atendentes e gerentes a exercer um atendimento diferenciado. O melhor de tudo isso é que esse conteúdo é ofertado gratuitamente para nossos leitores. Nossa missão é tornar nossa região conhecida por inovar na maneira de fazer supermercado!