Como utilizar self checkouts em supermercados

O mercado varejista enfrenta o desafio de trazer inovação e qualidade na experiência do consumidor diariamente.

Agradar clientes não é uma tarefa muito fácil, considerando a simplificação no acesso à informação de qualidade e ações para fidelização do nosso público percebemos que a concorrência está cada vez mais estimulada a oferecer o melhor preço, o melhor atendimento e a melhor experiência.

Uma parcela dos consumidores que vem sendo alvo das ações e estratégias dos supermercados, principalmente na área do marketing, é a geração Z. São os jovens nascidos entre a segunda metade dos anos 1990 até o início do ano 2010, eles possuem características específicas por estarem sempre imersos e conectados. Cativar esses jovens e oferecer uma experiência única é desafiador.

Pensando nessa mudança no comportamento do consumidor que está cada vez mais conectado e agindo de forma autônoma, chegou no Brasil o self checkout.

Vamos entender um pouco sobre como essa ferramenta altera o cotidiano dos supermercados:

Mais autonomia para os clientes: O self checkout traz a proposta do próprio cliente registrar suas compras e realizar o pagamento sem a intervenção de funcionários do supermercado. Exceto se houver uma dificuldade e necessidade da presença de um funcionário treinado para auxiliar na experiência.

Facilidade na interação: Dispõe de uma interface amigável e intuitiva que conduz o cliente durante todo o processo até a finalização. O fato dos consumidores já estarem conectados através de experiências em outros estabelecimentos facilita consideravelmente a interação com o self checkout.

Agilidade nas filas: Uma opção a mais para os clientes fugirem das filas de espera nos checkouts comuns. Porém o mais comum atualmente é a quantidade máxima de 15 itens para essa modalidade de caixa.

Redução no contato com funcionários: Por ser intuitivo, o self checkout acaba eliminando a necessidade de atuação de um operador de caixa e embalador. O próprio cliente faz o trabalho evitando o contato com os funcionários.

Experiência diferenciada: Inovação ao alcance do cliente. O supermercado que dispõe dessa modalidade de caixa mostra sua motivação de estar sempre trazendo o melhor em novidades que contribuem para uma experiência única com o seu supermercado.

Pontos sensíveis dessa experiência:

Dificuldades no primeiro contato:

A Flink percebeu através de estudo em loco que o tempo gasto em um self checkout pode equiparar-se ou ainda superar o tempo desprendido em um caixa comum. Acreditamos que um dos fatores que mais influencia nesse tempo gasto é a falta de intimidade com a máquina no primeiro contato. A ausência da agilidade na primeira experiência aumenta o tempo devido a insegurança no processo, mas a partir do segundo contato o processo flui com mais naturalidade.


Insegurança para o varejista:

Apesar de dispor de um sistema de conferência através da aferição do peso dos produtos numa balança, muitos varejistas ainda te receio por medo das possíveis fraudes e do jeitinho brasileiro que seus clientes podem tentar ao ter essa experiência.

O self checkout traz uma opção inovadora e acessível para supermercados de pequenos, médios e grande porte.

Não existe tamanho mínimo ou máximo exigido para implantação dessa opção de checkout. Mostrar que a sua marca preocupa-se com a qualidade da experiência que o seu cliente vive dentro do seu supermercado sempre será uma ação percebida com bons olhos por seus clientes!

4 visualizações0 comentário