Cartão de Crédito para supermercados

O consumidor vem sentindo no bolso o constante aumento nos preços dos itens da cesta básica. Produtos essenciais para a alimentação diária de milhões de brasileiros estão em oscilação. Um exemplo disso é a carne bovina, os açougues estão repassando os preços para os consumidores que acabam buscando outras fontes de proteína como alternativa para substituição do alimento.

Diante deste cenário, a busca por condições especiais de preços e formas de pagamento flexíveis vem crescendo significativamente e é claro que o varejo percebeu esse comportamento e decidiu investir em soluções que facilitem a vida do consumidor e possibilitem um retorno efetivo para os supermercados.


Buscando garantir a fidelização dos clientes, alguns supermercados decidiram aderir ao cartão de crédito da casa. Neste artigo vamos entender como essa modalidade de crédito funciona e as vantagens e desvantagens que podem trazer ao consumidor final.


Para oferecer um cartão de crédito ao seu cliente você precisa estar organizacionalmente preparado. Ou seja, sua equipe deve estar treinada para convencer o cliente a adquirir o cartão além conhecer cada peculiaridade do uso e administração dessa modalidade de crédito.

É importante ressaltar que as informações obtidas durante o processo de liberação do uso do cartão para os clientes são de extrema importância para a gestão do supermercado.

Ao se candidatar para receber o cartão, o cliente disponibiliza informações importantes como CPF, sexo, idade, endereço residencial, renda fixa entre outros.

De posse dessas informações a gestão do supermercado tem a possibilidade de ofertar promoções personalizadas para os clientes que possuem o cartão, pois estará com um dossiê completo em mãos além de acompanhar toda a rotina de compra deste cliente dentro do seu supermercado.

Além das ofertadas personalizadas, oferecer um cartão de crédito criará um vínculo de contato mensal que deve ser bem aproveitado. Você pode usar e abusar do canal de relacionamento enviando mensagens que avisem por exemplo sobre qual o melhor dia de compra, vencimento da fatura, recebimento do pagamento do boleto. Enfim, nesse momento vale muito apena explorar a criatividade para manter esse relacionamento sempre em movimento.

Para incentivar ainda mais o cliente a adquirir esses cartões, os varejistas podem oferecer condições exclusivas como preços diferenciados em alguns itens além de condições especiais para parcelamento das compras. Vale ressaltar que essas informações devem estar expostas de maneira objetiva e clara para não ferir os princípios do Código de Defesa do Consumidor.

Uma situação que pode ser percebida como desvantagem para o consumidor final é o fato desses cartões precisarem cobrar uma taxa de anuidade para a administração interna.

Ou seja, o cliente terá em mãos um cartão que apesar dos descontos e prazos exclusivos só será aceito dentro do seu estabelecimento de origem e que gera uma cobrança mensal mesmo que não seja utilizado com frequência.

Por outro lado, existem vantagens significativas para o supermercadista, como por exemplo o aumento do ticket médio de compras. O cliente poderá comprar além do previsto tendo em vista que não precisará comprometer o limite dos seus cartões de créditos bandeirados além de possuir o poder de dividir suas compras em um número maior de parcelas do que o que é comumente utilizado.

Oferecer um cartão de crédito da casa aumentará seu relacionamento com o cliente além de fidelizá-lo de forma lucrativa. Um cliente que vive essa experiência de compra com toda certeza indicará o cartão aos seus amigos próximos e familiares.

Invista em um clube de vantagens! As pessoas gostam de receber privilégios, faça com que elas se sintam únicas e participantes de um grupo seleto de beneficiários e desfrute de uma relação de troca bem sucedida com o seu cliente.